Quarta-feira
12 de Junho de 2024 - 

Controle de Processos

Nesta aba você cliente poderá acompanhar o andamento de seu(s) processo(s) em tempo real, inclusive, os atos praticados pelos nossos advogados e ainda todos os movimentos internos do tribunal. É muito simples e rápido, habilitete-se e tenha todas as informações com apenas alguns clicks.

Newsletter

Previsão do tempo

Segunda-feira - São B...

Máx
33ºC
Min
22ºC
Parcialmente Nublado

CIJ realiza palestra “Pessoa, Sociedade, Poder Público e Registro Civil”

Evento em parceria com a EJUS. A Coordenadoria da Infância e da Juventude (CIJ) e a Escola Judicial dos Servidores (EJUS) do Tribunal de Justiça de São Paulo promoveram, na sexta-feira (17), a palestra “Pessoa, Sociedade, Poder Público e Registro Civil”, ministrada pela juíza assessora da Corregedoria Geral da Justiça Luciana Carone Nucci Eugênio Mahuad. O evento foi mediado pela juíza da 1ª Vara da Família e das Sucessões de São José do Rio Preto, Maria Lucinda da Costa, que destacou a relevância do encontro. “É um tema muito importante, pois o registro civil é o primeiro ato constitutivo da nossa identidade como integrantes da nossa sociedade brasileira”, afirmou. A palestrante iniciou com uma reflexão dos conceitos abordados. “Não basta uma reunião de pessoas para que se tenha construída uma sociedade. Deve objetivar o bem de todos e a finalidade do bem comum”, disse. Para ela, o poder público tem papel fundamental na garantia dos direitos da sociedade. “A pessoa é o valor central em torno do qual orbita a ciência do direito. Direito surge para servir à pessoa humana e sua comunidade”, explicou. De acordo com a magistrada, o registro civil é o primeiro grande ato da pessoa na sociedade, uma vez que envolve prestação de serviço para o exercício de direitos. “É fundamental que o inpíduo possa desenvolver sua personalidade e ter a sua dignidade efetivamente assegurada. A falta do registro civil tem consequências danosas”, concluiu. Ao final, foram abertas perguntas à palestrante, com a participação da juíza da 2ª Vara de Nova Odessa, Michelli Vieira do Lago Ruesta Changman; e a juíza da 2ª Vara de Boituva, Heloisa Helena Franchi Nogueira Lucas.
21/05/2024 (00:00)
Visitas no site:  2624378
© 2024 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia